São Paulo quer Muricy Ramalho como consultor

Ameaçado de rebaixamento, clube vai propor ao ídolo que atue como um colaborador, de maneira informal, na reta final do Brasileirão. Em reunião, Conselho de Administração aprova ideia


Publicado em 12/09/2017 21:42
Autor: Tabelando
Fonte: Globo Esporte

São Paulo quer Muricy Ramalho como consultor Foto:

O São Paulo deverá propor a Muricy Ramalho, nos próximos dias, que se aproxime mais da equipe na reta final do Campeonato Brasileiro. Pressionada para contratar o ídolo, a diretoria pretende uma relação informal, sem compromisso ou agenda determinada. Muricy também não quer voltar a ser funcionário, nem como técnico nem na coordenação, função sugerida por conselheiros.

A ideia é que Muricy seja uma espécie de consultor, e atue próximo a Dorival Júnior, treinador da equipe. Ambos têm boa relação. Dorival foi auxiliar de Muricy no Figueirense e deixou claro quando consultado pela diretoria que não se opõe à presença do antigo comandante, tricampeão brasileiro pelo São Paulo entre 2006 e 2008. Os dois têm relação de amizade e conversaram. O atual técnico convidou o ídolo ao CT, e Muricy deixou aberta a possibilidade de uma visita em breve.

Em reunião, realizada na noite desta terça-feira, no Morumbi, o Conselho de Administração do São Paulo aprovou o nome. Eles gostariam da contratação de um coordenador, mas, diante da impossíbilidade de ter Muricy nesse formato, e da unanimidade em torno de seu nome, toparam a espécie de consultoria.

Muricy trabalha atualmente como comentarista do SporTV, e disse ao diretor de futebol do Tricolor, Vinícius Pinotti, que não pretende voltar a trabalhar em clubes. Além de estar feliz na nova função, ele teve problemas sérios de saúde em seus últimos anos como técnico. Agora, plenamente recuperado, sabe que desagradaria médicos e familiares se voltasse à rotina.

O assunto foi debatido durante todo o dia no São Paulo, em reuniões do presidente Leco com seus diretores executivos (apoiadores do retorno do ídolo), e também no encontro com o Conselho de Administração, no Morumbi. Paralelamente, Pinotti e Muricy se falaram. Uma conversa proveitosa na visão do executivo.

Se Muricy aceitar, não deverá ter dias marcados para comparecer ao CT da Barra Funda, mas será dada a ele liberdade de fazer comentários e sugestões a Dorival. Os dois já se falaram, inclusive, sobre o momento do São Paulo. São próximos, e isso deixaria o atual técnico mais tranquilo do que em relação à contratação de um coordenador, sem laços pessoais e com contrato firmado.

A expectativa é de que, ainda nesta semana, Muricy tenha um encontro com Leco e Pinotti. No passado, a relação entre o presidente e o ídolo chegou a ser estremecida. Pessoas que trabalham com o mandatário juram que não restou qualquer sequela de tempos passados. Seja qual for o modelo ajustado, a avaliação de pessoas nos bastidores é de que o ídolo vai participar de alguma maneira para ajudar o clube.

Nesta terça-feira, a diretoria tricolor recebeu um abaixo-assinado com mais de 7,5 mil assinaturas, pedindo a contratação de Muricy como coordenador de futebol. Na visão dessas pessoas, o departamento precisa de alguém com maior conhecimento e experiência na área para ajudar o São Paulo a sair da zona de rebaixamento. Só que esse formato não interessa a nenhuma das partes.

Para sair do Z-4 do Brasileiro na próxima rodada, o São Paulo precisa ganhar do Vitória (no domingo, em Salvador) e torcer por DOIS ENTRE TRÊS dos seguintes resultados:

1- Derrota ou empate da Chapecoense (contra o Grêmio, no domingo, em Porto Alegre)

2- Derrota do Bahia (contra o Cruzeiro, no domingo, em Belo Horizonte), tirando saldo de quatro gols

3- Derrota do Coritiba (contra o Palmeiras, na segunda-feira, em São Paulo)

 


Leia mais

Comentários